Viajando no Submarino Amarelo com Ringo Starr!

Hoje, 07/07/17 quem completa 77 anos (quanto número 7, meio cabalístico isso, hein?) é um dos maiores bateristas de todos os tempos, Richard Starkey, mais conhecido como Ringo Starr.

Ringo é (apenas isso!) conhecido por ter sido o baterista da maior banda de todos os tempos…os Beatles. Mas apesar de toda a consagração na carreira, sua vida não foi nada fácil nos primeiros anos.

Nascido em Liverpool (assim como John, Paul e George), Ringo teve uma infância difícil, pontuada por diversos problemas de saúde (ele teve apendicite, tuberculose) e o abandono do pai. Sua mãe Elsie teve que segurar essa barra sozinha.

Ringo criança

Devido a esses problemas de saúde, sua educação escolar foi totalmente comprometida. Aprendeu a ler apenas aos 14 anos, e era considerado pelos professores como um aluno “alienado”.

No período que ficou internado por causa da tuberculose, e como um estímulo para sua recuperação, ele fez parte da banda do hospital, tocando percussão. Esse foi o primeiro contato (aos 13 anos) com o instrumento que mudaria a sua vida completamente.

Com uma pequena ajuda dos amigos de Ringo…

Aos 15 anos, Ringo teve uma paixão fulminante pelo “skiffle” (um estilo de música influenciado pelo jazz, cuja principal característica é o uso de instrumentos improvisados, tipo um baixo feito de vassoura, etc…) apresentado a ele pelo amigo Roy Trafford. Com esse amigo, montou sua primeira bandinha, tocando clássicos do “skiffle” como “Rock Island Line” de Lonnie Donegan.

No natal de 1957, Ringo ganha, do seu padrasto Harry Graves, sua primeira bateria. Era uma bateria usada que só tinha três peças (uma caixa, um bumbo e um prato). Suficiente para que o jovem Starkey aperfeiçoasse o seu dom.

Por volta de 1960, ele ganhou o apelido de Ringo, por ter o hábito de usar bastante anéis. Nessa época também ele entra para a banda “The Hurricanes” de Rory Storm. Eles eram uma das bandas mais populares de Liverpool, porém não duraram muito tempo, lançando na época apenas dois compactos com quatro músicas: “Dr. Feelgood”/ “I Can Tell” e “America”/ “Since You Broke My Heart”.

Durante uma excursão dos “Hurricanes” pela Alemanha, Ringo convive mais de perto com os caras de um outro grupo de Liverpool que tinha acabado de rebatizar o seu nome para “The Beatles” . O resto é história!

Parabéns Ringo!

Por hoje é só amiguinho (a). See you next post!

Assista, no vídeo abaixo, um grande sucesso de Ringo do album “Stop And Smell The Roses” de 81, “Wrack My Brain” composta por George Harrison, especialmente pra ele:

Comments

comments

Denilson Carreiro

Denilson Carreiro é baixista, cantor, compositor e produtor musical na banda Bumerangue Carma.

Deixe uma resposta

13 Shares
Share13
Tweet
+1
Pin