Esse é o meu camarada! Esse é Tom Jones!

“Senhoras e Senhores, esse é o meu camarada, esse é Tom Jones!”. Era assim que Sammy Davis Jr anunciava a entrada fenomenal de Tom Jones no especial “This Is Tom Jones” no começo dos anos 70. No post de hoje conheceremos um pouco sobre ele e sua carreira que já dura mais de 6 décadas.
Tom Jones talvez seja um dos últimos de sua linhagem, o famoso “crooner”, ou seja, o cantor em toda sua essência. Intérprete por excelência, com uma extensão vocal simplesmente sensacional.

Tom Jones

Esse é Tom Jones…

Tom Jones nasceu no país de Gales, na cidade de Pontypridd no dia 7 de junho de 1940. Ele começou a cantar desde pequeno. Uma de suas primeiras lembranças, é de se apresentar para sua mãe cantando “Ghost Riders In The Sky”, um clássico “country-western” de 1948, muito famoso em filmes de faroeste.
Com 12 anos de idade teve tuberculose, e teve que ficar 2 anos de convalescença. Não fazia nada além de escutar música e desenhar. Segundo ele, “ficava observando, da janela, os garotos brincarem na rua…“.
Em 1963 ele entrou para um conjunto chamado “Tommy Scott And The Senators”. Gravaram algumas demos, com boas canções tais como “Baby I’m In Love”, porém não conseguiram decolar.
Graças ao produtor da gravadora Decca, Peter Sullivan (que ficou impressionado com suas performances junto com os Senators), Jones conseguiu um contrato para gravar um compacto com “Chills And Fever” e “Breathless”.

Esse compacto também não foi bem sucedido, porém já mostraria a fúria e a potência dele. O próximo compacto com “It’s Not Unsual” , esse sim faria a carreira de Sir Tom Jones decolar.
Tom Jones é barítono, e percebe-se claramente as influências de Solomon BurkeBrook Benton e é claro, Elvis Aron Presley. Aliás, uma das últimas músicas gravadas por Elvis foi “I’ll Never Fall In Love Again”, justamente um dos primeiros grandes sucessos de Tom Jones.

O amigo do Rei…

Elvis e Tom Jones

Vou deixar o próprio Tom Jones contar a história de como ele conheceu Elvis: “Era 1965, eu tinha 3 grandes sucessos e um album que vendia muito bem, eu estava fazendo minha primeira viagem aos Estados Unidos. Eu fui até os estúdios da Paramount pra conversar sobre a possibilidade de lançarem uma música minha em um filme e alguém me disse que Elvis estava filmando lá e queria me dar um alô.
Eu pensei comigo mesmo, meu Deus, com certeza Elvis não sabe quem eu sou. Mas, mesmo assim, eu fui até o set, e o vi em um helicóptero cenográfico. Ele veio em minha direção, e eu não pude acreditar. Ele me disse que conhecia todas as minhas músicas e até cantou uma delas “With These Hands”.

Cantor de todas as canções…

Com quase 60 anos de carreira, Tom Jones praticamente gravou todas as músicas conhecidas. Os principais hits dos anos 60, 70, 80, 90, 2000 com certeza têm a sua versão feita por Jones.
No final dos anos 60, ele teve o seu próprio programa de TV, o “This Is Tom Jones” onde recebia convidados especiais e cantava com eles. Nesse período, ele fez dueto com Janis Joplin, Mama Cass, Aretha Franklin, Jerry Lee Lewis, o já citado Sammy Davis Jr, dentre muitos outros. Recentemente gravou com o Stereophonics,  um clássico da banda Three Dog Night “Mama Told Me Not To Come”.

Tom Jones continua firme e forte na estrada com agenda lotada de shows, grava seus albuns com regularidade, canta com artistas novos e é um dos jurados na nova temporada do “The Voice” na Inglaterra. Por toda essa consistência artística vale a pena conhecer o trabalho desse extraordinário cantor.

Por hoje é só amiguinho(a). See you next post!

Assista a seguir Tom Jones interpretando duas canções “Games People Play” e “I (Who Have Nothing)” do seu especial de TV “This Is Tom Jones” em 1969. Destaque para a guitarra de Big Jim Sullivan, o primeiro cara a tocar “wah-wah” na Inglaterra:

 

 

 

 

 

Posts Relacionados

Comments

comments

Denilson Carreiro

Denilson Carreiro é baixista, cantor, compositor e produtor musical na banda Bumerangue Carma.

Deixe uma resposta

4 Shares
Share4
Tweet
+1
Pin