07 de Janeiro – Dia do Leitor

Hoje, dia 07 de janeiro, é comemorado o dia do leitor. Então se você é aquele tipo de pessoa que ama passar um tempinho junto dos livros, parabéns pelo seu dia!

Sou o tipo de pessoa que quando pode, está lendo. Ônibus , na casa dos parentes, nos intervalos do serviço, não importa a ocasião, se dá para ler, estou lendo. Chego ao ponto até de levar um livro pro supermercado, caso eu pegue uma fila grande. Doideira né?! Pois é, mas é a doideira mais incrível que eu poderia ter.

A leitura nos faz conhecer lugares diferentes, viajar sem precisar sair do lugar. Se encantar com mundos, personagens e cenários ao ponto de querer estar lá dentro e poder fazer parte de tudo isso também. A leitura nos dá vida e nos ajuda a encarar a realidade.

“A leitura engrandece a alma” – Voltaire

Então, aproveitem esse dia dedicado ao Dia do Leitor para fazer o que a de melhor: ler. E como eu não me aguento, quero indicar alguns livros que eu favoritei nesse longo tempo como leitora.

A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón

A sombra do Vento

Numa madrugada de 1945, em Barcelona, Daniel Sempere é levado por seu pai a um misterioso lugar no coração do centro histórico: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Lá, o menino encontra A Sombra do Vento. O livro maldito que mudará o rumo de sua vida e o arrastará para um labirinto de aventuras repleto de segredos e intrigas enterrados na alma obscura da cidade.

A busca por pistas do desaparecido autor do livro que o fascina transformará Daniel em um homem ao iniciá-lo no mundo do amor, do sexo e da literatura. Numa narrativa de ritmo eletrizante que mistura gêneros como o romance de aventuras de Alexandre Dumas, a novela gótica de Edgar Allan Poe e os folhetins amorosos de Victor Hugo, Carlos Ruiz Zafón mantém o leitor em estado de contínuo suspense. Ambientada na Espanha na primeira metade do século XX, entre os últimos raios de luz do modernismo e as trevas do pós-guerra, A Sombra do Vento é uma obra sedutora, comovente e impossível de largar. Uma grandiosa homenagem ao poder místico dos livros.

 

O Oceano no Fim do Caminho – Neil Gaiman

O Oceano no fim do caminho
O Oceano no fim do caminho

Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino.

Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.

 

Gênesis – Bernard Beckett

Genesis

Na ocasião em que a Terra foi arrasada pela Peste, os sobreviventes reuniram-se em uma nova sociedade. Separados do mundo exterior por uma cerca em pleno oceano. Vivem em absoluto isolamento – aviões que se aproximam são abatidos; refugiados, executados. Até que um soldado escolhe romper com as regras e, em vez de disparar, resgata das águas uma menina. Seu nome é Adam Forde. Ele muda para sempre o curso da História. Anaximandra, uma jovem de 14 anos, estudou a fundo esses dados históricos.

Numa sala com pouca luz ela está sentada diante de três Examinadores para uma exaustiva prova de quatro horas. Adam Forde, seu herói, morto há bastante tempo, é o tema do exame. Se aprovada, ela será admitida na Academia – a instituição de elite que governa aquela sociedade utópica. Anax, porém, está prestes a descobrir que nem tudo consta dos registros acadêmicos. Há fatos, imagens, arquivos a que nem todos têm acesso. Antes que a avaliação termine, virão à tona o obscuro segredo da Academia e a realidade assustadora daquele admirável mundo novo.

 

O Lado Mais Sombrio – A. G. Howard

O Lado mais Sombrio

Alyssa Gardner tem uma vida conturbada, ela ouve vozes de insetos e flores. A garota mora com o pai, pois a mãe foi internada e considerada insana e instável. E alegava ouvir as mesmas vozes que Alyssa sabe que são verdadeiras. Em uma das visitas, ela descobre que cada dia sua mãe pior, e que o pai havia concordado com o médico em aplicar um tratamento de choque, o que não apenas poderia transformar sua mãe em outra pessoa, como também poderia matá-la.

Para impedir isso, Alyssa terá que mergulhar no obscuro mundo do País das Maravilhas e consertar os erros que a verdadeira Alice deixou pra trás. Dessa forma quebraria a maldição sobre sua família. Mas a verdade é que o País das Maravilhas foi totalmente distorcido por Lewis Carrol, e Alyssa vai descobrir um lado sombrio do conto de fadas.

 

O Pintor de Memórias – Gwendolyn Womack

O Pintor de Memórias

Um amor que atravessa o tempo. Uma equipe de cientistas prestes a fazer uma grande descoberta sobre a construção da memória. E um medicamento milagroso capaz de revelar um mistério. Bryan Pierce é um renomado pintor cujos trabalhos deslumbram o mundo. Mas há um segredo para seu sucesso: cada tela é inspirada em um sonho excepcionalmente vívido. Sempre que acorda, ele adquire novas e extraordinárias habilidades, como a capacidade de falar línguas obscuras ou um gênio inexplicável para o xadrez.

A vida inteira Bryan se perguntou se seus sonhos eram apenas isso ou se seriam memórias, se ele estaria experimentando a vida de outras pessoas. Linz Jacobs é uma neurogeneticista brilhante, dedicada a decifrar os genes que ajudam o cérebro a criar memórias. Ao visitar uma exposição na galeria, ela se depara com a imagem de um pesadelo de sua infância e adolescência… em um dos quadros de Bryan.

Linz localiza o artista, e o encontro dos dois desencadeia o sonho mais intenso do pintor: a visão de uma equipe de cientistas que, na iminência de descobrir uma cura para o Alzheimer, morre em uma explosão no laboratório. Bryan fica obcecado pelas circunstâncias estranhas que cercam a morte dos cientistas. E seus sonhos aos poucos revelam o que aconteceu no laboratório, assim como um mistério mais profundo que o leva ao Egito. Juntos, Bryan e Linz começam a perceber um padrão em seus sonhos. E que há um inimigo mortal observando cada movimento deles que não vai parar enquanto não atingir seu objetivo.

Espero que tenham gostado das indicações. Acho muito legal a ideia de ter um Dia do leitor, porque além de valorizar a leitura, ajuda a atrair novas pessoas a esse mundo maravilhoso dos livros. Infelizmente a média nacional de leitura não é boa, mas quem sabe a partir dessas pequenas datas esse número não mude.

Um beijo para vocês e até o próximo post. Ah, tenham uma boa leitura!

Posts Relacionados

Comments

comments

Gabriela Erier

Professora e (quase) Pós- Graduada em Educação Especial. Apaixonada por livros desde pequena, encontrou em Alice no País das Maravilhas e nos contos de fadas uma inspiração para vida. Cresceu e se apaixonou também por Neil Gaiman e Carlos Ruiz Zafón. Tenta conciliar esse amor aos livros junto com séries, filmes, música e seu blog. E quando resta tempo... gosta de socializar com os amigos.

Deixe uma resposta

8 Shares
Share8
Tweet
+1
Pin